A Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG), em Araguari, finalizou inquérito policial que apurou as causas do acidente que vitimou a família Monare, de Campinas (SP). O fato ocorreu no último dia 7 de outubro, na rodovia BR-050, no Triângulo Mineiro, e resultou na morte de três pessoas. Uma criança de 6 anos sobreviveu.

O perito concluiu que um carro Gol que transportava três jovens, que seguia de Araguari para Uberlândia, foi o responsável pelo acidente. A motorista é uma menina de 21 anos que não tem Carteira Nacional de Habilitação (CNH).

De acordo com o que consta no depoimento, as jovens que estavam no Gol antes do acidente estavam em uma festa em Uberlândia e que passaram a noite consumindo bebida alcóolica.

A Polícia Civil informou que pela análise das imagens das câmeras de segurança feitas na manhã do dia 07/10, mostram instantes antes da colisão ambos veículos estavam na pista da direita, mas o carro das jovens começou a ter uma condução irregular e invadir a outra pista.

Assessoria